SC RURAL AUMENTA EM 30% FATURAMENTO DE AGRÔNOMO QUE INVESTIU NA HIDROPONIA

Após atuar no ramo fumageiro por 20 anos, o engenheiro agrônomo Carlos Rogério Metzger, de Taió (SC), saiu da empresa em 2010 e foi buscar alguma coisa para dar continuidade ao seu trabalho. Estava nascendo ali a Hidrovida Verduras Hidropônicas. “Encontrei a Hidroponia, gostei do sistema e comecei a produzir em 2011. Hoje, devo ter umas 35 bancadas de alface, o que representa a produção de 10 mil pés por mês”, afirma o agricultor, que também cultiva rúcula, agrião, salsinha, cebolinha e couve folha. “Com o SC Rural, acredito que aumentei em 30% meu faturamento”, ressalta Metzger.

O produtor hidropônico começou com quatro estufas de alface e, já no primeiro ano, percebeu que teria de aumentar a produção. Com recursos do Pronaf, passou para cinco estufas, mas, mesmo assim, notou que precisava ampliar a estrutura. “Aí fiquei sabendo do SC Rural e comecei as tratativas”, diz o produtor, que faz parte da Cooperativa de Pequenos Agricultores de Taió (Coopertaió). Sobre o apoio do SC Rural à agricultura familiar, ele não tem dúvidas: “Não escutei nenhum outro Estado que tenha dado – pode ser até que exista – para o produtor esse tipo de apoio, onde ele entra com 50% e o governo com os outros 50%, e a parte do governo não tem cobrança. Um apoio maior que esse para a agricultura familiar, eu desconheço”, destaca.

Para ampliar o empreendimento, ele investiu R$ 30 mil de recursos próprios e recebeu o mesmo valor junto ao SC Rural. “Eu me encorajei com essa ajuda de custo, metade do meu investimento o governo estava me ajudando. Tomei a decisão de aumentar a produção e o resultado, para mim, foi muito bom”, comemora.

SC Rural – Para o Secretário Executivo do SC Rural no Alto Vale do Itajaí, Mauro Nunes Teixeira, o programa contribui, de forma significativa, no aumento da renda no meio rural. “Os recursos e investimentos proporcionam melhorias e retorno aos beneficiários. E percebe-se a satisfação dos envolvidos com os resultados positivos do programa. Essa parceria é visível na evolução das condições de vida das famílias que participam dos projetos”, avalia.

Os investimentos do SC Rural não se restringem à compra de máquinas e equipamentos, mas também abrangem eventos e capacitações que contribuem com a inclusão dos empreendimentos no mercado, a melhoria dos produtos ofertados e a conscientização das famílias sobre a preservação ambiental. Outro ponto forte do programa é a capacitação de jovens. “O trabalho com os jovens dá um grande retorno, pois representa o futuro e a manutenção da sucessão familiar no meio rural. Ao fortalecer as organizações, o SC Rural torna esses empreendimentos mais planejados e preparados para serem protagonistas de um mercado exigente e competitivo”, assinala Mauro.

A Coopertaió possui 39 cooperados e atende associados de Taió, Salete, Ibirama e Trombudo Central. Atualmente, 15 empreendimentos estão ligados à cooperativa, com nove deles incluídos no projeto estruturante do Programa SC Rural.

No Alto Vale do Itajaí, recursos do SC Rural já apoiaram a implantação de 16 projetos estruturantes e beneficiaram 366 agricultores familiares de Salete, José Boiteux, Vitor Meireles, Dona Emma, Agrolândia, Trombudo Central, Taió, Witmarsum, Ibirama, Mirim Doce e Aurora. No total, foram investidos R$ 6,62 milhões, dos quais R$ 2,72 milhões fornecidos pelo programa. As atividades apoiadas abrangem a produção de leite, apicultura, piscicultura, fruticultura, agroturismo, Hidroponia, aipim descascado e congelado, panificação, produção de bolachas, massas congeladas e um secador de grãos.

Compartilhe esta informação:

Posts Recentes

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Finalizar compra