Forragem Hidropônica: uma opção viável para alimentação de animais

Os métodos de produção de forragem hidropônica datam de 1800, ou antes, da era dos Jardins Suspensos da Babilônia. E de quando os produtores de leite europeus alimentavam suas vacas com grãos germinados durante o inverno para manter a produção de leite e melhorar a fertilidade.
Há um interesse renovado por esta tecnologia devido à escassez de forragem verde na maioria dos países do Oriente Médio, África e Ásia. A produção de forragem não pode ser facilmente aumentada devido principalmente à crescente pressão humana sobre a terra para a produção de grãos de cereais, sementes oleaginosas e leguminosas.
Para atender a essa crescente demanda por forragem verde, uma das alternativas é a forragem hidropônica para complementar os escassos recursos da pastagem. Neste post, vamos trazer tudo sobre a forragem hidropônica.

A FORRAGEM HIDROPÔNICA
Hidroponia é um método de cultivo de plantas sem solo. Apenas umidade e nutrientes são fornecidos às plantas em crescimento. Os sistemas de cultivo hidropônico produzem um maior rendimento em um período mais curto de tempo em uma área menor do que as culturas tradicionais.
Embora os métodos de produção de forragem hidropônica datem da década de 1930, há um interesse renovado pela forragem hidropônica como alimento para gado, ovelhas, cabras e outros animais.
Há uma redução ou exclusão de pesticidas e herbicidas porque as plantas estão em um ambiente de cultivo mais protegido. A forragem (ração para gado) pode ser cultivada hidroponicamente da mesma forma que vegetais, flores e outras plantas.
Os sistemas de forragem hidropônicos são geralmente usados para produzir grãos de cereais, como cevada, aveia, trigo, sorgo e milho, ou legumes, como alfafa, trevo ou ervilhas. A cevada é a forragem mais comumente cultivada, porque geralmente fornece a melhor produção de nutrientes. As misturas de forragem são outra opção.

 

COMO SÃO OS SISTEMAS DE FORRAGEM HIDROPÔNICA
Um sistema de forragem hidropônico geralmente consiste em uma estrutura de prateleiras nas quais bandejas de metal ou plástico são empilhadas. Após a imersão durante a noite, uma camada de sementes é espalhada sobre a base das bandejas.
Durante o período de crescimento, as sementes são mantidas úmidas, mas não saturadas. Eles são fornecidos com umidade e (às vezes) nutrientes, geralmente via irrigação por gotejamento ou spray.
Furos nas bandejas facilitam a drenagem e a água residual é coletada em um tanque.
As sementes germinarão geralmente em 24 horas e em 5 a 8 dias terão produzido um tapete de grama de 15 a 20 centímetros de altura.
Depois que a esteira é removida da bandeja, ela pode ir para um misturador de ração ou ser alimentada manualmente para o gado.

CAPACIDADE DOS SISTEMAS HIDROPÔNICOS
O gado comerá tudo: sementes, raízes e grama. O desperdício é mínimo. Ele pode não comer a forragem inicialmente porque é nova, mas logo aprenderá a comê-la com gosto.
Os sistemas de forragem hidropônicos vêm em uma variedade de tamanhos e capacidades. Grandes galpões de forragem podem produzir várias toneladas de forragem por dia, enquanto um sistema de mini-forragem pode produzir cerca de 5 kg por dia.
É possível construir seu próprio sistema, ou um sistema pode ser adquirido de uma empresa comercial. Embora seja possível cultivar forragem hidropônica em qualquer edifício, incluindo garagem ou porão, uma estufa é ideal porque a temperatura, a luz e a umidade podem ser precisamente controladas.

CONDIÇÕES PARA A PRODUÇÃO DA FORRAGEM

A produção eficiente de forragem verde durante todo o ano é possível, desde que as condições ambientais sejam ideais: aproximadamente 21 ° C, 60 por cento de umidade e 16 horas de luz. Por esta razão, os sistemas de cultivo hidropônico em maior escala, geralmente requerem um investimento significativo.

COMO RAÇÃO PARA O GADO
Os brotos de forragem são tenros e jovens, o equivalente a grama verde fresca. Como tal, são altamente palatáveis e nutritivos para todos os tipos e classes de gado. Com base na matéria seca, a forragem hidropônica compara-se favoravelmente com outras rações nutritivas.
Saiba mais: Usando a hidroponia, produtor encontrou uma solução viável e acessível para a alimentação do gado
Com a brotação, ocorre uma redução da energia total. O aumento da porcentagem de proteína deve-se à perda de matéria seca. Na verdade, a desvantagem da forragem hidropônica é seu alto teor de umidade.
A germinação altera as características nutritivas do grão.

DESAFIO
Um dos maiores desafios para a produção de fibra hidropônica, especialmente em quantidades comerciais, é o mofo. Brotos mofados podem diminuir o desempenho animal e resultar em morte de animais. O pré-tratamento da semente com um agente esterilizante (por exemplo, peróxido de hidrogênio, hipoclorito de sódio) é uma estratégia para prevenir o mofo. Uma boa higiene no sistema também é importante. Recomenda-se que as bandejas de cultivo sejam limpas entre as safras com uma solução de limpeza à base de cloro.

 

VANTAGENS DA FORRAGEM HIDROPÔNICA
A forragem hidropônica tem várias vantagens sobre a forragem produzida convencionalmente.

• Uso muito eficiente da água;
• Há pouca água residual, pois os animais consomem a água de recirculação junto com a ração;
• Como a produção é hidropônica, não há lixiviação de nutrientes para o meio ambiente;
• A produção de forragem hidropônica requer consideravelmente menos terra para produzir ração para o gado;
• Embora a forragem hidropônica não deva se tornar uma fonte importante de ração para o gado comercial, pode ser viável em certas circunstâncias.

REGIÕES SECAS E PROPENSAS A SECAS
A produção de forragem hidropônica é provavelmente mais adequada para regiões semi-áridas, áridas e propensas a secas do mundo. Ao cultivar forragem dentro de casa, as falhas na colheita não seriam mais um risco. Uma forragem de boa qualidade pode ser produzida durante todo o ano. Os suprimentos de ração seriam segurados. Os escassos recursos hídricos poderiam ser alocados de forma mais eficiente.


TERRENO LIMITADO
Em locais onde os valores da terra são extremamente altos ou onde a terra simplesmente não está prontamente disponível, a forragem hidropônica tem vantagens óbvias, pois pode ser produzida em uma pequena área. Como a forragem é produzida continuamente, não há necessidade de armazenamento de ração por longo prazo e nenhuma perda de nutrientes pode ser associada ao armazenamento de ração.

ALTOS CUSTOS DE ALIMENTAÇÃO ALTERNATIVA

Embora algumas pesquisas mostrem que a forragem hidropônica é consideravelmente mais cara do que os alimentos convencionais, ela assume que estes estão disponíveis e têm preços competitivos. Existem muitos locais onde este não é o caso e a forragem hidropônica poderia ter um preço mais competitivo.
PRODUTORES DE PEQUENA ESCALA
Exigindo quantidades menores de forragem, os pequenos produtores podem construir seus próprios sistemas de forragem. Quando o investimento é baixo e a mão-de-obra não precisa ser paga, o custo da forragem hidropônica é consideravelmente menor.

Saiba mais: Produção de forragem verde hidropônica é tema de palestra no México

NÃO RUMINANTES
A forragem hidropônica pode ser mais adequada para não ruminantes (cavalos, coelhos, porcos e aves) que se beneficiaram mais com as mudanças na alimentação devido à germinação (por exemplo, menos amido, mais açúcares) em comparação com ruminantes (ovelhas, cabras e vacas) que são menos eficientes na digestão de alimentos de alta qualidade.
Dessa forma, a forragem hidropônica é uma boa alternativa para o futuro, afinal, como a competição por terra e água aumentará e os preços dos alimentos continuam subindo, a forragem hidropônica pode se tornar uma opção viável para mais produtores.

Quer ter informações atuais direto na sua casa sobre a produção hidropônica? Fale conosco!

 

 


Andrea Weschenfelder
Plataforma Hidroponia - Editora WEB
MTB 10594

Tags:

Compartilhar

Relacionados

Conversar no Whatsapp