Especial Retrospectiva Hortitec 2019 - Cobertura

Agristar - A Agristar, de São Paulo (SP), lançou 13 novidades em sementes para horticultura. Os lançamentos das variedades pelas linhas profissionais Topseed Premium e Superseed ocorreram durante o Open Field Day, quando os visitantes conheceram as novidades no sistema convencional ou Hidroponia, na Estação Experimental da empresa, localizada no município de Santo Antônio de Posse (SP).

Pela linha de sementes de alta tecnologia Topseed Premium, 11 novos materiais foram lançados este ano. São eles: alface crespa Samira, rúcula Veloster, berinjela Firenze F1, couve-chinesa Akira F1, as melancias híbridas Rochedo, Riverside e Brutus, pimentão Iguazu F1, cebola Excalibur F1, pepino Guerrero F1 e melão Robledo F1. A Superseed apresentou as cultivares tomate Dynamo F1 e a couve-chinesa Katsu F1.

O gerente de Marketing da Agristar, Marcos Vieira, destacou que o objetivo da empresa é de que o Open Field Day e a Hortitec se complementem e os visitantes tenham uma experiência ampla, sendo atendidos pelas equipes comerciais Topseed Premium e Superseed em seus estandes e na Hortitec e presenciando a campo os materiais, com a possibilidade de tirar dúvidas e trocar informações com os especialistas da companhia. “A Agristar é reconhecida no mercado pela qualidade de suas sementes e pela sua equipe altamente técnica e comprometida com o produtor rural. Essa confiança do agricultor e dos parceiros comerciais nos motiva a seguir avançando no trabalho de pesquisa e desenvolvime nto”, afirmou.

 

 

Agrocinco - A Agrocinco, de Monte Mor (SP), destacou em Holambra os produtos desenvolvidos em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa). Ocupavam lugar de destaque no estande da empresa as alfaces do segmento crespa de porte grande BRS Mediterrânea, BRS Lélia e BRS Leila. As três variedades são mais tolerantes às altas temperaturas e a doenças como Míldio, LMV, Fusarium e Nematoide das Galhas. Outra característica é que elas não amargam após ultrapassar o ponto de colheita.

Outro destaque foi o tomate híbrido do segmento grape BRS Zamir, que possui sabor adocicado e próprio para consumo fresco. “Essa variedade se destaca pelo alto teor de licopeno, uma substância antioxidante que combate os radicais livres no organismo”, afirmou o engenheiro agrônomo e diretor Técnico e de Marketing da Agrocinco, Flavio Pagnan. O produto é indicado para todas as regiões produtoras, em cultivo protegido ou em campo aberto no período seco.

 

 

Agrichem - A Agrichem, de Ribeirão Preto (SP), apresentou a PAMnutri 2.0, uma plataforma digital desenvolvida para auxiliar os consultores, técnicos e produtores a tomar a melhor decisão para o manejo nutricional de diversas culturas. A nova ferramenta digital é uma forma inovadora de olhar para o equilíbrio nutricional da planta, permitindo uma análise precisa do que a planta necessita de nutrição, reduzindo custos e aumentando a produtividade e qualidade.

Já na linha de produtos, os destaques foram o Catalise e o Agrisync, que possuem foco em aumentar a eficiência do uso de nutrientes, aperfeiçoando o investimento do agricultor em adubação. O Catalise é oriundo de um processo fermentativo controlado e quando utilizado no solo permite que a planta expresse o seu máximo potencial produtivo com qualidade. E, ainda, na linha de adjuvantes com a tecnologia TECH+, que tem como objetivo aumentar a eficiência da aplicação, reduzindo perdas por deriva e melhorando precisão e eficiência dos produtos aplicados.

Basf - A Basf apresentou o inseticida Verismo, para o controle de pragas como traças e lagartas nos cultivos de tomate, batata, entre outras hortaliças e frutas. “O Verismo chegou forte no mercado HF, com alta eficácia contra pragas como a lagarta rosca, traça-do-tomateiro e a curuquerê da couve”, disse Rodrigo Pifano, gerente de Marketing Cultivos HF & Citros da Basf. O inseticida possui autorização de uso para 25 cultivos, entre frutas e hortaliças. “Esta solução é uma ótima opção de manejo de resistência e controle de importantes pragas”, afirmou Pifano.

Para o controle e manejo de doenças, a Basf recomenda o uso de Cabrio Top. O fungicida, resultado da mistura de dois ingredientes ativos, é importante para o manejo da resistência de doenças, e é muito eficiente no controle de míldio, oídio, pinta-preta, antracnose, entre outras nas principais culturas de hortifrúti.

A solução também oferece o benefício do efeito AgCelence, efeitos fisiológicos positivos na atividade fotossintética das plantas, que proporcionam mais qualidade, produtividade e rentabilidade aos produtores de hortifrúti. A tecnologia AgCelence é a marca mundial da Basf relacionada aos resultados do efeito fisiológico positivo com à aplicação de fungicidas à base de F500.

Outro destaque da Basf na feira foi a marca global de sementes Nunhems, com forte atuação no mercado brasileiro em tomate, cebola, cenoura, melancia e melão. Dentre as novidades estavam a Melancia 21 e a consolidação do conceito de produção de melancia com menos sementes e comestíveis, a Pingo Doce como sucesso no varejo.

O diretor comercial Nunhems, Paulo Tomaseto, disse que a Melancia 21 tem alta produtividade e qualidade e apresenta estabilidade de produção, independente da época e região de plantio. ”Entre as características do fruto estão sementes pequenas, firmeza e resistência da polpa, durabilidade e maior tempo de prateleira. O peso varia entre 12 e 18 quilos em formato oval“, explicou Tomaseto.

Os agricultores também conhecerão as vantagens do cultivo das cebolas roxas Sofire e Mata Hari, a cebola amarela Dulciana e dos tomates Pizzadoro, Totalle, Arendell e a tecnologia de porta-enxerto para este cultivo.

 

Bayer - A Bayer levou para a Hortitec 2019 suas novas soluções em produtos para proteção de cultivos e em híbridos e cultivares de frutas e hortaliças mais produtivos, tolerantes à doenças e pragas. Como o tomate Coronel, um híbrido lançamento da Seminis (negócio de sementes de Hortaliças da Bayer) que foi desenvolvido para as regiões Sudeste e Sul do Brasil.

O líder de marketing e desenvolvimento de produto da América do Sul, Fernando Guimarães, explica que, além de possuir um excelente potencial produtivo, o híbrido produz frutos firmes que variam de 200 a 230g e que possuem alto brilho. “Um fator que chama muito a atenção do consumidor na gôndola. Sabemos que aspecto, sabor e praticidade são os fatores decisórios de compra do consumidor quando falamos em frutas e hortaliças. Por isso, é preciso estar atentos às necessidades do mercado, tanto para atender às expectativas dos produtores como dos consumidores”, detalha Guimarães.

Já para a proteção da lavoura contra pragas, um dos diferenciais foi o inseticida Sivanto Prime, que recentemente foi estendido para ser usado em 11 culturas, dentre frutas, folhosas, tubérculos e outros.

 

 

Bejo - A Bejo, de Bragança Paulista (SP), levou para a Hortitec quatro variedades de alface, sendo duas cultivares crespas, que se adaptam bem para cultivo hidropônico, outras duas cultivares mimosas, que resgatam o formato original deste tipo de alface. A Model é uma alface do tipo crespa, com folhas grossas, de sabor adocicado e textura diferenciada. A variedade tem características como grande número de folhas e excelente uniformidade e é ideal para o mercado de processamento e fresco. Apresenta alta tolerância à queima de bord a e ao pendoamento precoce. A Myrtel é uma alface do tipo crespa de folhas espessas, crocantes, de sabor adocicado e alta crispicidade e ntolerância à queima de borda e ao pendoamento precoce. Ideal para o mercado fresco com ótimo shelf-life (tempo de prateleira). A variedade tem excelente adaptação para produção hidropônica.

A Pleasance é uma alface do tipo mimosa, com folhas espessas em formato de folhas de carvalho. Tem alta tolerância à queima de borda e ao pendoamento precoce e ótimo shelf-life, ideal para p mercado fresco. A Pleasance tem excelente adaptação para produção hidropônica e a campo aberto. Já a Oakly se caracteriza por folhas sadias, espessas, de sabor adocicado e bordas arredondadas. Apresenta alta tolerância à queima de borda e ao pendoamento precoce e tem excelente adaptação para produção hidropônica e a campo aberto.

O consultor técnico Cristiano Romaneli lembrou que a Bejo é conhecida mundialmente por desenvolver beterraba, cenoura, cebola, mas recentemente adquiriu uma empresa holandesa que possui um banco de germoplasma de folhosas. As novas variedades foram desenvolvidas durante três anos e estão há 18 meses no mercado. “O programa de melhoramento busca variedades que se destaquem pelo shelf-life, sabor, resistência a doenças e produtividade”, observou Romanelli.

 

 

Carolina Soil - A Carolina Soil, de Santa Cruz do Sul (RS), destacou o seu substrato, que usa matérias-primas livres de contaminantes, estáveis e uniformes. O produto é feito com turfa de Sphagnum, conhecido como turfa canadense, perlita expandida, vermicultita expandida e casca de arroz torrefada.

A Carolina Soil, presente no Brasil desde 2000, garante que o substrato é livre de patógenos, ervas daninhas e impurezas em geral e possui melhor qualidade e uniformidade na produção de mudas de qualquer cultura, além de permitir um excelente desenvolvimento do sistema radicular. A empresa produz diversas formulações que atendem as mais variadas culturas sem necessidade de fazer misturas com outras matérias-primas.

Conplant - Ser sustentável é um desafio viabilizado pela ciência e tecnologia. Nos últimos 15 anos, três cientistas têm se dedicado a tornar acessível um pacote tecnológico a produtores de frutas e hortaliças, com uma receita simples e eficaz: orientação, nutrição e manejo.

Na Conplant, de Campinas (SP), empresa que desenvolve pesquisas, consultoria e produtos, os resultados desta fórmula podem ser avaliados pela capacitação de mais de 1 mil profissionais do cultivo protegido e no aumento de mais de 15% na produtividade de pomares de citros infestados pelo Greening quando tratados com um manejo fisiológico inédito, resultado de investimentos próprios de R$ 2 milhões em pesquisa e desenvolvimento.

A redução de perdas de alface e rúcula cultivadas em sistema de Hidroponia por falta de correção do pH ou adubação incorreta é um dos resultados alcançados por produtores treinados pela Conplant em manejo de nutrientes, somente na área de cultivo protegido. Os cursos, que iniciaram no Instituto Agronômico de Campinas (IAC), já mobilizaram centenas de técnicos, produtores e viveiristas.

O pesquisador e diretor Pedro Furlani destaca que esse treinamento ajuda o produtor a adaptar o conhecimento científico disponível à sua realidade. “Ele ganha conhecimento para produzir de maneira mais correta, evitar perdas e ganhar em qualidade e produtividade”, explica o especialista, que é referência no sistema de produção hidropônica no Brasil. A atividade está crescendo no Brasil e um dos indicadores é o aumento de vendas do ConMicros, uma mistura precisa de micronutrientes de alta qualidade que misturada à água se transforma em solução nutritiva para fertirrigação. Cada quilo do produto pioneiro da Conplant rende 40 mil litros e a comercialização inicial de 1 tonelada por ano cresceu para 24 t/ano, contabilizando 5 bilhões de litros de solução nutritiva produzidos até agora.

 

Dynacs - Um oxigenador para solução hidropônica foi a aposta da Dynacs, de Ibiúna (SP), para a Hortitec 2019. O aparelho tem a função de injetar uma quantidade maior de oxigênio e mantê-lo por mais tempo na solução aquosa, porque ela consegue transformar o ar em mili e micro bolhas. Quanto menor o tamanho das bolhas, ela se mantém mais tempo dentro da solução aquosa, conforme a empresa. Porém, quanto maior a bolha, ela sai da solução com mais rapidez.

 

 

Feltrin Sementes - A Feltrin Sementes, de Farroupilha (RS), levou para a Hortitec a alface Gabriela, de grande porte, cor roxa intensa e de fácil manejo e adaptabilidade no campo ou Hidroponia. De norte ao sul do País, a variedade tem mudado hábitos e conceitos de que alface roxa é sinônimo de alface de pequeno porte.

Com a Gabriela, isso é exatamente o contrário. Seus produtores têm se demonstrado surpresos com seu porte, folhas macias e tenras, rústica e tropicalizada, folhas com bordos crespos, de coloração roxa intensa e brilhante. Indicada para cultivo protegido, campo aberto e Hidroponia e pode ser cultivada todo ano. Excelente pós-colheita e apresenta tolerância a Tip burn (queima das bordas) e a pendoamento precoce.

         Já a alface americana Yasmin apresenta resistência/tolerância a várias raças de Míldio, um dos principais problemas enfrentados pelos agricultores em sua produção, principalmente na época de meia estação/inverno, onde a umidade e as baixas temperaturas influenciam o desenvolvimento de fungos. A Yasmin apresenta cabeças pesando de 700 a 800 gramas no formato globular, com uma tonalidade verde brilhante, ideal para embandejados e caixarias.

Guarany - A Guarany, de Itu (SP), apresentou o pulverizador costal de alavanca (PCA) Balance. O produto foi desenvolvido a partir de uma necessidade do mercado em oferecer maior ergonomia e praticidade. “O equipamento segue a tendência de garantir maior conforto ao usuário, principalmente em casos de uso contínuo no campo. O tanque do pulverizador foi totalmente remodelado visando oferecer maior ergonomia do equipamento às costas do homem e da mulher, mão de obra esta que tem crescido no campo”, disse o diretor comercial da Guarany, Pedro Augusto Lopes.

Projetado para aplicação de defensivos agrícolas, fertilizantes e adubos foliares, o Balance tem uma estrutura com base maior e centro de gravidade mais baixo, o que proporciona mais estabilidade e equilíbrio durante o manuseio, além de apoio durante o abastecimento. 

Green Has - A Green Has do Brasil, de Jaboticabal (SP), mostrou na Hortitec os fertilizantes hidrossolúveis King Life K400 e Kelamyth MPG, da Linha King Life, que são fabricados com matérias-primas de alta qualidade. O diretor da companhia, Franco Borsari, destacou que os produtos possuem micronutrientes e EDTA e se caracterizam pela elevada solubilidade e concentração de micronutrientes e são indicados para pulverização foliar, mas também podem ser aplicados na fertirrigação e em cultivo hidropônico.

A Linha King Life tem alta pureza, baixa salinidade, ausência total de cloreto, sódio e carbonatos e apresenta pH sub-ácido para uso também em águas duras e salinas, conforme o diretor da Green Has do Brasil. “A fórmula 6-16-36+1,2 +micro Mg + 1,25 e micronutrientes que está sendo utilizada na Hidroponia apresenta uma das características da linha, que é o alto grau de solubilidade em pH de 5,5 a 6, CE baixa e índice salino adequado”, completou Borsari. 

 

 

Hanna Instruments - A Hanna Instruments, de Barueri (SP), apresentou o HI981421, monitor online para EC, pH, TDS e C°. Na linha Groline, chamam a atenção os medidores de pH e Ec diretamente no solo – HI981030 e HI98331 respectivamente, além da consagrada linha do combo e medidores monoparamétricos da Groline para pH, Ec, TDS, temperatura e outras grandezas, trazendo confiabilidade e precisão nas tomadas de decisão na agricultura.

 

HBA - A HBA, de Holambra, apresentou a Plantadeira de Vasos HBA GS. Totalmente mecânica, pequena, versátil e de fácil movimentação, a plantadeira opera praticamente sozinha e atende diversos tamanhos de vasos, saquinhos, bandejas e sacolas de até 5 quilos. Conforme um dos proprietários da empresa, Leandro Stoltenborg, o produto conta com esteira de plantio contínua e ajustável e é indicado para produtores de plantas ornamentais, flores e hortaliças semi-hidropônicas.

“A plantadeira GS enche até 3,6 mil vasos por hora, do tamanho 5 ao 30, 1 mil bandejas por hora e sacolas 1,5 mil por hora”, explicou Stoltenborg. Robusto e de baixa manutenção, o equipamento traz um benefício extra para o produtor: por ser 100% nacional, pode ser financiado pelos programas Finame, Pronaf e Mais Alimentos, entre outros.

 

 

Hidrosense - A Hidrosense, de Jundiaí (SP), mostrou na Hortitec as inovações nas suas linhas de irrigação por sensores de umidade, como o controlador autônomo de irrigação MRI, que irriga conforme a necessidade da planta, pois mede a umidade junto das raízes. O equipamento permite um controle preciso mantendo a faixa ideal para o cultivo e aplica água na medida certa. O MRI possui controle tubular para até seis zonas de irrigação e contribui para o equilíbrio nutricional e melhora do Hid roFerti Mini 40 tem quatro bombas injetoras para caixas A1/B1 ou A2/B2. 

 

 

Horticeres - A Horticeres, de Indaiatuba (SP), promoveu a degustação de um de seus mais recentes lançamentos, o tomate Vero. Além do sabor e cor marcantes, o fruto também apresenta uma consistência diferenciada, que pode ser percebida pela firmeza do fruto. A proposta é apresentar também outros diferenciais do produto, como durabilidade pós-colheita, o que faz com que o consumi dor tenha acesso a tomates Vero sempre frescos. Os tomates Vero podem ser facilmente identificados pelo consumidor final por meio de seu formato, que foi especialmente selecionado para facilitar a identificação pelo consumidor final.

 

 

Isla Sementes - A Isla Sementes, de Porto Alegre (RS), apresentou as couves chinesas Lian e Xitara, de alta produtividade e sabor único, e os novos pepinos Serafim e o Nagato. Além de uma série de novidades na linha de alfaces, como as cultivares Paraty e Ipanema, indicadas para Hidroponia.

Os visitantes encontraram ainda cultivares pré-comerciais que logo estarão à venda, como a abóbora Macarrão e a abobrinha Luna e o pepino Merenda, entre outros. “Outro destaque da feira foi a linha de sementes para cultivo de microgreens, plantas tenras e jovens, de diferentes espécies, colhidas entre sete e 21 dias após a germinação. E o resultado é um alimento muito mais nutritivo, podendo ter até 40 vezes mais nutrientes que um vegetal adulto”, afirmou o diretor de Mercado da Isla, Eduardo Puricelli.

 

Jacto - A Jacto, de Pompéia (SP), apresentou o pulverizador costal específico para cultivos protegidos, que aumenta eficiência de aplicação com baixo volume de água. O Jacto PJA-18 é um pulverizador costal a bateria com assistência de ar que evita desperdícios de insumo e água, possibilitando maior assertividade no alvo. Outra novidade lançada na Hortitec foi o primeiro pulverizador e dosador costal do mundo com a possibilidade de conexão via smartphone. O sistema oferece relatório gerencial aju dando na rastreabilidade do cultivo.

 

 

 

JKS - A JKS Industrial Ltda, de Guarulhos (SP), apresentou em Holambra a bandeja 162/47 ML, para Hidroponia (produção de  mudão). A novidade é indicada para todos os tipos de hortaliças. As bandejas para produção de mudas de hortaliças e Hidroponia se caracterizam pelo formato das células trapeizoidal com fundo reto. Elas permitem maior espaçamento entre as mudas e o formato do torrão facilita o posicionamento das mudas na calha, sem tombamento.

O presidente da JKS, Péricles de Carvalho, salientou que o produto traz benefícios para os agricultores como mudas mais robustas 47 ml (mudão), aumento considerável do sistema radicular, eliminação da fase de berçário e maior aeração, já que o torrão não fica totalmente submerso. “A bandeja também diminui a chamada muda cega, permite uma maior uniformidade da produção, mudas mais vigorosas, com menor ciclo de cultivo e maior rentabilidade”, completou Carvalho.

 

Koppert - A Koppert, de Piracicaba (SP), apresentou o seu portfólio de biodefensinos: Trichodermil, Boveril, PretioBug e Spical, eficientes em cultivos protegidos, hortaliças, frutas e plantas ornamentais. Conforme a empresa, o manejo integrado de pragas e doenças em hortifrutis e plantas ornamentais, utilizando inimigos naturais, apresenta excelentes resultados de produtividade e rentabilidade, além de não causar impactos negativos na natureza e na saúde. Além disso, durante a feira, a equipe técnica da companhia orientou os visitantes sobre as melhores formas de utilizar cada produto, destacando sua eficácia, qualidade, custo-benefício e sustentabilidade.

 

Milagro - A Milagro Fertilizantes Especiais, de Belo Horizonte (MG), destacou na feira de Holambra a Nutrigold, uma linha de produtos hidrossolúveis com NPK e micronutrientes obtidos a partir de matérias-primas de alta qualidade e pureza. Os produtos da linha Nutrigold podem ser indicados para qualquer tipo de planta e, quando utilizado em águas com elevada quantidade de sais não apresentam, em função de sua adição a água, riscos de entupimento dos sistemas de irrigação. A novidade é indicada para hortaliças como tomate, pimentão, batata e flores ornamentais, além de frutas como banana, abacaxi, morango, uva, citrus, pera, uva, abacate e mamão, bem como café, cana-de-açúcar, soja, feijão e algodão. O gerente nacional de Vendas da Milagro, Erick Faria, destacou que o fertilizante é disponibilizado nas formulações 091827, 114011, 150530, 183012 e 20220. O produto é comercializado em embalagens de 10 e 25 quilos.

 

Netafim/Amanco - A Netafim/Amanco lançou na Hortitec o Streamline X, a fita gotejadora de parede fina mais resistente do mercado. A tecnologia inédita possui na superfície externa ranhuras que evitam danos potenciais na linha de gotejamento durante a instalação e recolhimento, causados por atritos. Na parte interna, os gotejadores com tecnologia TurboNet garantem fluxo uniforme e sem entupimentos e são oferecidos em uma ampla gama de vazões. A tecnologia é indicada para todas as culturas de HF.

“É o único tubo gotejador de fina com estrutura interna reforçada que o torna ainda mais robusto. Além disso, as ranhuras externas funcionam como uma barreira entre o solo e o tubo, evitam a necessidade de reparar cortes e vazamentos. É mais economia de tempo e redução de custo”, explicou o Gerente de Produto da Netafim/Amanco, Bruno Costa.

Os visitantes também puderam conhecer o primeiro sistema de irrigação “com cérebro”. A tecnologia que possibilita monitorar, analisar e automatizar todo o sistema de irrigação, em tempo real, por meio de smartphone, computador ou tablet. O grande diferencial da solução é oferecer recomendações técnicas ao produtor a partir da análise de dados em tempo real, combinado com modelos de cultivo para auxiliam em tomadas de decisões mais assertivas e, consequentemente, em safras mais produtivas. O monitoramento inteligente também ajuda na redução de custos, ao evitar falhas de produção, desperdiça  te;cios de insumos, gastos excessivos com água e energia elétrica, tornando a atividade mais rentável em todos os aspectos.

Nutriplant - A Nutriplant, de Barueri (SP), levou para a Hortitec o seu portfólio com mais de 100 produtos. O destaque da feira de Holambra foi o SK 25, um fertilizante foliar que contém nutrientes solúveis, fonte de Enxofre (S) e Potássio (K) na forma de sulfeto de potássio, prontamente assimiláveis pelas plantas que proporcionam aumento na formação de aminoácidos e proteínas. Elevam a concentração de sólidos solúveis, o ATR e o teor de carboidratos dos grãos e dos frutos. O pro duto é ideal nos programas de crescimento de frutos e grãos, especialmente nas fases com maior demanda e transporte de açúcares, além de promover maior qualidade e redução nas perdas durante a colheita.

 

Pindstrup do Brasil - A Pindstrup, de Santo Antônio de Posse (SP), levou para a Hortitec o Forest Gold, um material natural, fibroso e estabilizado com turfa da Pindstrup. São chips de madeira de florestas feitos com madeira macia que são aquecidos em altas temperaturas e desfibrados em fibras bem definidas, usando vapor em alta temperatura – um processo que garante que um material livre de ervas daninhas, doenças e organismos patogênicos. As fibras, então, são cuidadosamente misturadas com turfa, formando o Forest Gold.

 

Rigrantec - A Rigrantec, de Porto Alegre (RS), apresentou na Hortitec 2019 o BioGain Fruta, um fertilizante mineral misto que contém boro, zinco, e molibdênio quelatizados com  aminoácidos essenciais e polímeros vegetais. O produto previne e corrige deficiências desses micronutrientes e age no alongamento e enchimento de cachos e frutos. Seu efeito bioestimulante auxilia na recuperação de estresses físicos, químicos ou ambientais. A combinação destes elementos nutricionais com a ação bioest imulante potencializa o enchimento e o alongamento de cachos e frutos, o que permite uma melhor produtividade. BioGain Fruta pode ser aplicado desde a floração até a pré-colheita em tomate, pimentão e frutos de caroço, conforme a Rigrantec. Em banana e morango deve ser aplicado da fase de formação dos frutos até a maturação.

 

Rivulis - A Rivulis apresentou na Hortitec 2019 o filtro de disco automático F7250, equipamento que combina os benefícios dos filtros de tela e uma filtragem 3D com alta eficiência. O gerente comercial da Rivulis, Guilherme Souza, destacou que o produto é um conjunto de filtragem de discos que realiza a limpeza ou retrolavagem do sistema de forma automática e dinâmica. “Sem a intervenção do homem, o filtro, após a definição de parâmetros como tempo e diferencial de pressão, realiza sua limp eza sem a necessidade da paralisação do processo de irrigação”, disse.

O produto evita acionamentos desnecessários do sistema de bombeamento, gerando economia de até 7% de energia. “Pela operação de filtragem ser feita toda de forma automática há ainda outra redução de custo, com quatro horas de mão de obra a menos por dia”, completou o executivo.

Sakata - A multinacional de sementes Sakata, de São Paulo (SP), apresentou na Hortitec 25 novas variedades desenvolvidas pela empresa especialmente para atender às demandas de produção e consumo do mercado sul-americano de hortaliças e flores. Dentre as novas hortaliças desenvolvidas pela empresa estão 13 cultivares: tomates Petros, Veloster, Matinella e Sweet Dreams; porta-enxerto de tomate Volt; pimentões Nocaute e Mirella; cebolinha Katana; repolho Anzu; chicória Eloá; pepino Shikari; abóbora Montana; ce noura AF 3299 e a alface Jade.

O diretor de Marketing da Sakata, Paulo Koch, destacou que a empresa mostrou, mais uma vez, sua força em inovação, por meio de novos produtos com alto valor agregado e, também, de um visual mais moderno e ações de impacto para os visitantes em seu estande, a fim de gerar uma maior conexão e fidelização com a marca. Ele acrescentou ainda que, “por se tratar de um evento bastante especializado no setor, a feira é uma importante vitrine para apresentação de novos produtos ao mercado, cuja expectativa é gerar grande networking e novas possibilidades de negócios”.

 

 

Syngenta - A Syngenta, de São Paulo (SP), destacou o conceito “conhecendo o futuro de hortifrúti com a Syngenta”, por meio de ferramentas e inovações que ajudam o produtor no dia a dia. A empresa também apresentou defensivos como o fungicida Revus Opti, para requeima e míldio nas diferentes culturas hortifrúti, e o Amistar Top, indicado para controle de mancha de alternária na cultura de HF, conforme o gerente de Marketing HF Syngenta, Rafael Oliveira.

 

Terra do Paraíso - A Terra do Paraíso, de Holambra, mostrou a linha profissional de substrato para plantas Multiplant. A empresa produz inúmeras formulações atendendo às necessidades de todas espécies de plantas, tanto na produção, como na germinação e enraizamento. O produto, que tem registro no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), é indicado para hortaliças, citrus, fumo, café, cana-de-açúcar, plantas ornamentais, nativas, florestal, multisoil e casca decor. O substrato da Terra do Paraíso é c omercializado a granel (em metros cúbicos), em bags com capacidade de 1 metro cúbico e em sacos de 25 quilos.

 

 

 

 

Tags:

Compartilhar

Relacionados

Conversar no Whatsapp