Conheça os impactos da inovação na produção de alimentos na Índia com a Hidroponia

Imagine esse cenário: o setor agrícola emprega mais da metade da força de trabalho da Índia, consome cerca de 90% de seus recursos de água doce e usa quase metade das terras disponíveis; no entanto, gera apenas 13% do produto interno bruto (PIB) e cerca de 10% das exportações. 

 

Com mais da metade de todas as terras agrícolas alimentadas pela chuva, fazendas de pequeno porte desincentivando a mecanização, quase metade de todos os agricultores sem acesso a crédito e a rápida degradação do solo, o caminho a seguir é longo e difícil. Um pântano de desafios complexos somado a negligência política e atado a interesses velados resultou em dados demográficos assustadores. Entenda!!

 

COMO A HIDROPONIA VEM SUPERANDO AS DEFICIÊNCIAS NA PRODUÇÃO DE ALIMENTOS NA ÍNDIA

 

A produção superou a população por décadas, catapultando a Índia para um dos maiores produtores globais de trigo e arroz. No futuro, a nação deve definir metas volumétricas com eficiência e sustentabilidade enquanto sobe na cadeia de valor para aumentar a renda nacional e do agricultor.

Dada a negligência de longo prazo da agronomia, a única maneira de fazer progresso nesta década é acelerar as deficiências ao injetar tecnologias e inovação em uma escala massivamente paralela e construir uma abordagem nacional colaborativa entre instituições privadas e governamentais.

Saiba mais: Projeto Green Domo traz produção local sustentável para a Espanha 

As conquistas agrícolas da Índia desde o final dos anos 1960, inicialmente desencadeadas pela importação de 18.000 toneladas de trigo mexicano de alto rendimento, foram apoiadas por ações estratégicas, investimentos em pesquisa em safras resistentes a doenças de alto rendimento e impulsionadas por megaprojetos de irrigação e fertilizantes químicos. Desde então, esses investimentos estagnaram.

 

STARTUPS IMPULSIONAM INVESTIMENTOS EM MERCADOS DE PRODUÇÃO DE ALIMENTOS

 

Desde 2015, aproximadamente 500 startups de agritech levantaram altos investimentos em financiamento, principalmente (cerca de 60%) para permitir o acesso direto do consumidor, construção de mercados e branding.

Pouco investimento se infiltrou em áreas mais profundas, como a agrobiotecnologia. Uma razão para isso é que a maioria dos fundadores tem experiência ou exposição agrícola inadequada.

Do lado da agricultura, os desafios, riscos climáticos, acesso a mercados, acesso a capital de baixo custo são os grandes desafios que os agricultores enfrentam não apenas na Índia, mas em todo o mundo. Do lado do consumidor, existem 7 bilhões de pessoas no planeta e esse número tende a aumentar.

“Os dados vão ter uma importância maior porque sem colocar uma camada de inteligência não significa nada. Estamos trabalhando para descobrir como os dados podem ser vinculados à sustentabilidade, como podem criar um valor periférico ”, disse Krishna Kumar, fundador e CEO da CropIn Technology Solutions no TiE Global Summit.

 

KITS HIDROPÔNICOS PARA DEMOCRATIZAR A TÉCNICA E A PRÁTICA 

 

Trabalhando com a filosofia de trazer as fazendas para mais perto de casa está Urban Kisaan, com sede em Hyderabad. Com a visão de tornar a tecnologia hidropônica mais acessível para as massas, a startup oferece kits de cultivo doméstico ou fazendas hidropônicas verticais. 

E ao criar mini-fazendas em cidades e revitalizar fazendas com tecnologia hidropônica, a startup também fornece produtos frescos aos clientes por meio de Swiggy, Zomato, Dunzo (drones) e outros canais de varejo, bem como no modelo direto ao consumidor (D2C) por assinatura e sob demanda.  

 

GRANDE OPORTUNIDADE DE MERCADO

 

A oportunidade de mercado é enorme, já que a agricultura urbana está se recuperando em um ritmo rápido em todo o mundo. De acordo com um relatório da MarketsandMarkets, o mercado global de hidroponia deve atingir US $ 16,6 bilhões em 2025, crescendo a uma taxa composta de crescimento anual de 11,9% de US $ 9,5 bilhões em 2020. 

O crescimento do setor é dito ser impulsionado pelo aumento na população e a necessidade de segurança alimentar por meio de técnicas agrícolas alternativas de alto rendimento, devido ao esgotamento da água em todo o mundo.

Além disso, diz-se que o aumento da consciência e da demanda por um estilo de vida mais saudável abriu as portas para uma infinidade de possibilidades para as startups hidropônicas colherem os benefícios a longo prazo.

Os tempos do COVID têm sido desafiadores para a maioria dos setores da economia indiana. No entanto, um setor que demonstrou extraordinária resiliência foi a agricultura e atividades afins.

 

AGROTECHS IMPULSIONAM CADEIA DE PRODUÇÃO 

 

A cadeia de abastecimento alimentar respondeu com vários modelos inovadores para sobreviver ao choque COVID. As táticas temporárias de sobrevivência na forma de modelos inovadores desenvolvidos por startups e membros da cadeia de valor nos últimos meses estão se transformando em motores de crescimento a longo prazo. 

Este crescimento é impulsionado pela maior adoção de inovações agrotech pelos agricultores, aumento do uso de dados pelos membros da cadeia de suprimentos e proliferação de modelos D2C (direct to consumer) com consumidores e comércio tornando-se digitalmente confortável e inclinado a fazer pedidos online.

 

COLABORAÇÃO ENTRE CADEIAS DE VALOR

 

Reinvestimento em instituições de pesquisa agrícola, insistindo em uma abordagem colaborativa com empresas e empresas agrícolas como parceiros igualmente valiosos, combinando tecnologia com conhecimento de domínio e formando um ecossistema agrícola inteligente. 

Inovação e tecnologias de precisão, por exemplo, IoT, sensores, previsão do tempo, satélite, drones e câmeras geram um impacto multifacetado em toda a cadeia de valor.

Dessa forma, enquanto a agricultura indiana enfrenta desafios complexos, diversas soluções inovadoras estão disponíveis. Uma maior disposição política para enfrentar os desafios de forma holística, trabalhando entre as partes interessadas, pode ajudar a alcançar resultados.

 

Saiba mais: Filipinas: Governo lançará projeto de agricultura hidropônica

 

Andrea Weschenfelder
Plataforma Hidroponia – Editora WEB
MTB 10594

Tags: Hidroponia Índia Produção de alimentos Agricultura hidropônica Cultivo sem solo Cultivo Hidroponia na Índia

Compartilhar

Relacionados