HORTA PRODUZ CERCA DE 70 TONELADAS DE MORANGOS HIDROPÔNICOS POR CICLO EM MEIO HECTARE

A “Horta Grande” nasceu em 1896, na localidade de Abrançalha de Cima, em Portugal. Este empreendimento de origem familiar dedicou-se sempre à produção de frutas e legumes, porém dada a excelente qualidade e abundância das suas águas, especializou-se nos últimos anos na produção de morangos em sistema hidropônico.

Este projeto é gerido por Inês Pereira da Silva que complementou a sua licenciatura na Universidade Nova de Lisboa com o curso de jovem agricultor e, pelos seus dois irmãos, Afonso e Tomás Pereira da Silva, estudantes na Escola Superior Agrária de Santarém. Foi um dos irmãos, Tomás, que tomou contato com a Hidroponia no decorrer do seu estágio na Escola Profissional de Desenvolvimento Rural de Abrantes – EPDRA e daí surgiu a ideia de avançar com este negócio.

A estufa da “Horta Grande” destaca-se por ter dois níveis e um subnível suspensos, em uma área de meio hectare. Tem capacidade para 150 mil pés de morangueiros, o que no sistema extensivo de produção seriam necessários cerca de três hectares para o mesmo efeito.

“Caracteriza-se por ser um sistema tecnologicamente controlado que funciona em circuito fechado, permitindo economizar até 70% de água e fertilizantes. No nosso caso, acaba por ser um sistema ecológico visto que para além da redução do desperdício de água e da não contaminação dos solos, sempre que possível utilizamos fertilizantes e auxiliares (tratamentos com auxiliares e abelhas para a polinização) utilizados na agricultura biológica, tornando-o um sistema amigo do ambiente.” – Explica Inês Pereira da Silva. Aliado ao fato de ser um fruto mais limpo (não tem qualquer contato com a terra) que cresce em um ambiente controlado, e com a aquisição de transporte próprio para que seja possível chegar ao cliente com maior facilidade e rapidez.

Compartilhe esta informação:

Posts Recentes

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Finalizar compra