HIDROPONIA PELO MUNDO – PARAGUAI

Levantamento informal indica a existência de mil produtores hidropônicos no país vizinho

A Hidroponia é uma técnica recente no Paraguai. Ela chegou ao país vizinho no começo dos anos 2000, levada por pesquisadores independentes. Em 2009, foram realizados os primeiros estudos de batata hidropônica no Ministério de Agricultura y Ganadería (MAG). O ano de 2012 marcou o início dos cultivos comerciais e os produtores paraguaios optaram pelo sistema NFT (com substrato). A casca de arroz foi o substrato escolhido pelos produtores paraguaios. Três anos mais tarde, foi inaugurada a HidroHouse – Hidroponía del Paraguay, empresa especializada na venda de estufas agrícolas e equipamentos para o cultivo sem solo. “Existe uma demanda crescente na Hidroponia por parte dos produtores e consumidores e a tendência é de crescimento devido à aceitação e benefícios oferecidos pela tecnologia”, destaca o produtor Inácio Ibarrola Hagata, da capital paraguaia Assunção. “A Hidroponia representa uma excelente alternativa para o produtor que quer garantir sua produção, oferecer qualidade e obter mais lucros”, declara. 

Tal qual no Brasil, não existe nenhuma estimativa oficial sobre o número dos produtores hidropônicos no Paraguai. Mas Ibarrola estima que, considerando os pequenos e grandes produtores e alunos de escolas e universidades, há aproximadamente mil produtores que se dedicam ao cultivo sem solo de forma direta e indireta no país. “O número é incerto porque a Hidroponia ainda é uma novidade no Paraguai”, explica. O Paraguai possui uma área de 406.752 quilômetros quadrados, um pouco maior que o estado brasileiro de Mato Grosso do Sul. A população paraguaia foi estimada em cerca de 6,5 milhões de habitantes em 2009, a maioria dos quais estão concentrados na região Sudeste do país.

Aposta nas folhosas – Os produtores que se dedicam ao cultivo sem solo estão concentrados no Centro, Alto Paraná e Caaguazú. Os produtos hidropônicos mais explorados no Paraguai são a alface, manjericão, agrião, salsinha, rúcula, coentro e acelga. “O produtor paraguaio está optando pelas folhosas por elas apresentarem um rápido crescimento e também por serem bem mais fáceis de cultivar”, destaca. Os hidroponistas paraguaios também estão investindo na produção semi-hidropônica de hortaliças. “Existe um bom número de produtores de tomate e o número de agricultores que cultivam pepino está crescendo. Os paraguaios também plantam pimentão, mas em pequena quantidade”, observa. O morango semi-hidropônico tem uma grande demanda e é cultivado com mulching e algumas outras formas de cultivo.

Ibarrola admite que, ainda que o nível tecnológico da Hidroponia no Paraguai não seja o mais avançado, os produtores locais estão apostando no crescimento da técnica no país. “Os produtores estão apostando na Hidroponia e isso é muito importante”, avalia o empresário, acrescentando que muitos já estão utilizando sistemas de irrigação israelenses e sementes importadas da Holanda. As dificuldades de lá são quase as mesmas enfrentadas pelos produtores hidropônicos brasileiros. Eles reclamam do alto investimento inicial para aquisição da estrutura de produção e a comercialização dos produtos. “Mas é claro que não se tem uma estratégia definida para vendas em Hidroponia”, reconhece. O MAG presta assistência técnica aos produtores. 

A HidroHouse – Criada em 2015, a HidroHouse tem uma capacidade de produção de 50 mil plantas, como alface, rúcula, agrião, tomate e melão japonês. Já os principais produtos são os microgreens de amaranto, cenoura, agrião, coentro e manjericão. O próximo passo é o desenvolvimento de projetos de pesquisa em soja e mate hidropônico, que possui grande produção no Paraguai, segundo Ibarrola. “Além de levar a Hidroponia à região do Chaco, uma das regiões mais secas e sem cultivos do país”, completa o produtor paraguaio, que foi um dos palestrantes do 12º Encontro Brasileiro de Hidroponia, em Florianópolis/SC.

Por Gustavo Paes

Revisão e Publicação: Gabriel CostaFonte: Inácio Ibarrola Hagata e HidroHouse

Compartilhe esta informação:

Posts Recentes

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Finalizar compra