GREVE DOS CAMINHONEIROS FAZ CRESCER A HIDROPONIA COMO SOLUÇÃO PARA AS CIDADES

A elevação continua dos preços dos combustíveis e o baixo valor do frete dificulta a vida dos caminhoneiros. A situação tem se tornado insustentável e pode gerar uma grave crise de desabastecimento. Os produtos ficam represados na paralisação, o que causa um prejuízo incalculável para o setor.

Mesmo apoiando a manifestação legítima dos caminhoneiros, o Diretor Presidente do Ibrahort – Instituto Brasileiro de Hortaliças Stepfan Coppelmans destaca que “os produtores de hortaliças estão perdendo suas produções e a população está ficando desabastecida, além da insegurança dos trabalhadores do campo que podem perder seus empregos, devido aos prejuízos que se acumulam”.

Uma hortaliça como a alface precisa passar por vários processos para chegar à mesa do consumidor. Ainda mais, se for produzida em um sítio longe da cidade. O transporte dificulta a chegada até os centros de distribuição, para os supermercados e depois ao consumidor final. Para reduzir o custo de logística, que atualmente chega a 25% do preço final e garantir qualidade, uma ideia crescente é comprar direto da fazenda perto de casa.

Fazendas Urbanas

Nas fazendas urbanas, os consumidores podem adquirir hortaliças hidropônicas, por exemplo, direto do produtor. Esta pode ser a solução encontrada para o impasse com o transporte de alimentos, cada vez mais crítico, em virtude do preço dos combustíveis.

Um exemplo é a Fazenda Urbana da BeGreen, em Belo Horizonte, que busca aumentar a vida útil das culturas e reduzir  o desperdício sofrido pelos cultivos no transporte.

“Os centros urbanos estão crescendo muito rapidamente e a pressão de grandes cidades tem empurrado os cinturões produtivos para, cada vez mais, longe do centro consumidor. Com uma distância maior, o preço dos alimentos sobe e a qualidade despenca. É por isso que a BeGreen iniciou esse movimento no Brasil – vamos resgatar e reconectar o homem ao campo, aproximar as pessoas de seus alimentos e trazer, acima de tudo, conscientização às novas gerações”, completa o sócio cofundador Pedro Graziano.

A proposta é cultivar novas experiências, fazer uma produção sustentável e não prejudicar o meio ambiente. Estas são algumas das premissas que sustentam o conceito de Fazenda Urbana, que possui poucas unidades em todo o mundo. Em uma parceria inédita entre a Startup BeGreen e Boulevard Shopping,  com a primeira Fazenda Urbana da América Latina – um espaço para a produção de hortaliças que integra também um sistema inovador de Aquaponia.

No espaço, além de operar a primeira fazenda urbana do hemisfério sul, o projeto apoiado no conceito “farm-to-table” produz, mostra, conscientiza e distribui seus produtos diretamente ao público consumidor. “Nosso principal objetivo é demonstrar que é possível ser sustentável e produtivo gerando mais empregos, menos lixo e sem prejudicar o meio ambiente. É um projeto inovador, que segue um movimento global que aproxima a produção do consumidor final. Aqui na BeGreen, temos a produção e a venda ao consumidor num mesmo local, garantindo a procedência”, explica um dos idealizadores da fazenda urbana, Giuliano Bittencourt.

As Fazendas Urbanas Hidropônicas contribuem para qualificação da oferta ao consumir? Compartilhe e dê a sua opinião. Juntos fortalecemos o cenário da Hidroponia.”

Compartilhe esta informação:

Posts Recentes

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Finalizar compra