DINAMARQUESES CRIAM FAZENDA VERTICAL HIDROPÔNICA QUE PRODUZ 6 TONELADAS DE ALIMENTOS EM 163 M²

A agricultura urbana é um grande desafio, e todos os dias alguém nos surpreende com algo novo. Porém, o espaço limitado nas grandes metrópoles é uma das maiores barreiras para que os alimentos frescos possam ser cultivados regularmente no meio urbano, o que geralmente se traduz em produção muito limitada de produtos. No entanto, uma empresa dinamarquesa está tentando resolver o problema com a sua proposta de fazenda urbana Impact Farm, que pode acomodar jardins urbanos hidropônicos verticais, aproveitando o espaço ao máximo. Uma fazenda que é projetada para reunir em torno dela  comunidades que desejam produzir seu próprio alimento dentro das cidades.

A proposta da Impact Farm é transformar espaços urbanos inutilizados em áreas produtivas. Com uma área de produção de apenas 163 metros quadrados, esta fazenda vertical pode facilmente se espremer entre espaços urbanos limitados. O projeto permite que ela seja instalada em quase qualquer lugar, para que ela possa ser usada para fins comerciais ou para abastecer uma comunidade.

Os criadores do projeto, os jovens dinamarqueses Mikkel Kjaer e Ronnie Markussen, asseguram que a fazenda vertical pode ser descompactada e instalada em apenas dez dias. Ela é projetada para ser autossuficiente no consumo de água, geração de calor e electricidade, incorporando painéis solares no telhado.

Hidroponia – Dependendo das plantas cultivadas, os projetistas  afirmam que a Impact Farm pode produzir de 3 a 6 toneladas de alimentos frescos por ano. Os empreendedores  explicam que o projeto surgiu a partir do desejo de criar uma unidade que melhorasse a segurança alimentar nos centros urbanos, ao mesmo tempo em que reduzisse a degradação ecológica da produção de alimentos, criasse empregos e se adaptasse facilmente às mudanças de terreno. “Queríamos reconectar a relação humana de produção e consumo de alimentos, dando às pessoas um espaço verde que traz a natureza em nossas cidades”, ressalta Kjaer.

A ideia de fazenda urbana aborda os problemas de emprego e falta de acesso a alimentos frescos, que muitas vezes andam de mãos dadas em certas áreas urbanas. Os dois projetistas miram agora os Estados Unidos, na esperança de oferecer um modelo que pode servir para pequenas empresas e comunidades para produzir alimentos de uma forma mais saudável e  sustentável. A primeira unidade nos EUA está situada no bairro do Harlem, em Nova Iorque.

A Impact Farm é capaz de cultivar vegetais, ervas e frutas em sua estrutura de dois andares. O produto é cultivado usando o sistema hidropônico de cultivo. A fazenda-piloto está localizada na capital dinamarquesa, Copenhague, na esperança de atrair outras grandes cidades e lugares, mesmo em crises humanitárias. A proposta é de que alimentos frescos devem estar disponíveis para todos em todas as circunstâncias. O habitat humano abre caminho para tornar isso uma realidade. Os projetistas da Impact Farm também têm um modelo menor adaptado para, por exemplo, cooperativas, escolas, prefeituras e restaurantes.

Compartilhe esta informação:

Posts Recentes

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Finalizar compra