COOPERANDO COM OS SONHOS

Os sonhos são metas que, muitas vezes, parecem inalcançáveis. Mas como diz o ditado “o interessado dá um jeito”, basta ter organização e força de vontade para que isso se torne realidade. Um sonho que está ganhando forma é o de Anderson Luis Ferreira, que atualmente trabalha com motores elétricos, mas já começou a sua produção hidropônica. “Após assistir a um vídeo em 2015 sobre Hidroponia, eu fiquei interessado no assunto. Dois anos depois, eu já estava conseguindo um financiamento para iniciar a minha produção”, conta.

Segundo Ferreira, o projeto começou com uma estufa de 9x15m, graças a um financiamento conseguido na agência Sicredi de Parobé/RS, onde ele reside. Depois disso, o futuro produtor começou a se aperfeiçoar por meio de pesquisas, trocas de experiências e observação do plantio. “Fui aprendendo a cultivar a minha horta conforme o tempo passava, tanto que as pragas que ocorriam em um período não atingiam mais a minha produção no outro”, observou.

Conforme o tempo passou, Ferreira conseguiu ampliar a sua estrutura, chegando a triplicar seu espaço físico para a produção, além de fornecer suprimentos para a alimentação escolar de Parobé. “Adquiri mais duas estufas apenas com o meu capital, além de estar com uma demanda enorme. Futuramente, quero me dedicar somente à Hidroponia. Por enquanto, minha esposa cuida do cultivo durante o dia, enquanto eu auxilio depois que retorno do trabalho”, comentou. No momento, o plantio de Anderson conta com rúcula, agrião, couve, radite, salsa, cebolinha e alface verde e roxa.

Viabilizando o sonho

O financiamento para viabilizar o sonho de um dia poder se dedicar exclusivamente à sua horta hidropônica foi graças à agência do Sicredi de Parobé. Gilson André de Almeida da Silva, Gerente Pessoa Física, conta que da mesma forma que aconteceu com Ferreira, outros agricultores são incentivados a iniciar seus próprios negócios. “O Sicredi é uma cooperativa que cresceu dentro da linha de investimento rural. Além do mais, 100% do que arrecadamos é revertido para dentro do próprio município, então, ajudar essas pessoas está dentro da nossa proposta”, enfatizou.

Da Silva também destacou que Anderson foi o primeiro associado a pedir investimento para ingressar na área de Hidroponia no município, e que o seu projeto facilitou a aprovação do crédito. “O projeto técnico elaborado pela Emater auxilia no desenvolvimento do crédito. Vimos algo de promissor no Anderson quando soubemos qual era o seu sonho”, contou o gerente.

O elo entre o sonhador e realizador

A conexão entre os dois foi a extensionista rural agropecuária da Emater de Parobé/RS, Veridiane Ribeiro. A profissional explica que a entidade possui parcerias com instituições financeiras e o Sicredi é uma delas. Ainda segundo Veridiane, a função da Emater é prestar um serviço de assistência técnica e de elaboração de projetos de crédito rural aos produtores, bem como calcular o investimento para saber onde é o melhor local para realizar esse financiamento. “O Anderson nos procurou e vimos que o Sicredi atendia as demandas dele”, frisou.

A extensionista também contou que a Hidroponia ainda é algo novo na região, mas que Ferreira já vem colhendo resultados e se destacando com seus produtos. “Pessoas elogiam o alimento hidropônico, salientando que ele é aproveitado do início ao fim, assim como a aparência e o gosto são melhores em comparação a outras hortaliças, frutas, legumes, enfim”, destacou.

Por fim, a profissional da Emater comenta sobre o perfil diferenciado dos interessados na área da Hidroponia. “Vejo que aqueles que nos procuram para falar sobre o tema já vêm com certa bagagem, pois já estudaram sobre o assunto antes de cogitarem iniciar uma produção. Também são mais jovens e com um espírito empreendedor, uma vez que o plantio hidropônico requer algo mais tecnológico”, finalizou.   

Por Jorge BoruszewskyFonte: Anderson Luis Ferreira;

Compartilhe esta informação:

Posts Recentes

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Finalizar compra