COMO PREVENIR E IDENTIFICAR DOENÇAS DE PLANTAS EM SISTEMAS DE CULTIVO HIDROPÔNICO

As doenças das plantas em sistemas hidropônicos podem ser prejudiciais se não forem devidamente tratadas. Dependendo do tipo de doença ou vírus que sua produção for acometida, é possível que a doença destrua toda a sua plantação à medida que se espalha de uma para a outra. 

Neste artigo, vamos discutir como identificar e prevenir doenças de plantas em sistemas de cultivo hidropônico.

PREVENÇÃO DE DOENÇAS EM PLANTAS 

Para evitar que doenças de plantas ocorram em seu jardim hidropônico, você deve seguir estas regras: 

  • Promova uma boa circulação de ar adicionando ventiladores à área de cultivo, espaçando as plantas e podando ou removendo plantas mortas ou doentes; 
  • Certifique-se de que seu sistema hidropônico tenha uma boa drenagem, não regando em excesso e verificando se há alguma água parada ou supersaturada;   
  • Tente cultivar espécies de plantas que foram criadas para cultivo dentro de casa, pois são feitas para serem resistentes a doenças;  
  • Previna o estresse de sua planta garantindo que elas tenham os nutrientes necessários e a temperatura e umidade corretas. Plantas estressadas podem ser mais vulneráveis a doenças;   
  • Limpe e higienize suas ferramentas, mídia de cultivo e bandejas regularmente; 
  • Verifique se há sinais de doenças de plantas pelo menos 1 a 2 vezes por semana;  
  • Se possível, permita um período de um a dois meses sem safra uma vez por ano para eliminar todas as ameaças de doenças.   
  • Verifique se há sinais de pragas, pois elas podem introduzir e espalhar doenças entre suas plantas.

SINAIS DE DOENÇAS DE PLANTAS 

Dependendo do tipo de doença que sua planta contraiu, isso determinará os sintomas e sinais a serem observados. As plantas são suscetíveis a vírus, doenças, fungos e Pythium. Assim que um patógeno entrar em suas plantas, você perceberá o desenvolvimento de galhas, inchaços ou cachos nas folhas, amarelados ou atrofiados, frutos ou raízes no crescimento, ou tecido vegetal morrendo (murcho, apodrecendo, escurecimento, entre outros).

BACTÉRIAS

Se sua planta foi contaminada por bactérias, você notará uma camada pegajosa de cor marrom nas raízes da planta. Experimente ver se essa camada marrom está nas paredes, tubos e filtro da bomba de água do reservatório hidropônico.   

FUNGOS

A evidência de um patógeno fúngico é quando você observa crescimentos pulverulentos ou difusos nas raízes ou folhas da planta. Estes crescimentos são normalmente nas cores cinza, azul, branco ou verde.   

PYTHIUM

Este tipo de doença é conhecido por ser o mais mortal para os sistemas de cultivo hidropônico. Pythium enegrece as raízes da planta, exala um odor fétido e interrompe o crescimento da planta. Este patógeno é altamente contagioso e pode se espalhar rapidamente e arruinar colheitas inteiras.   

VÍRUS

Embora os vírus nas plantas sejam raros, eles podem ser fatais quando ocorrem. Os vírus são normalmente causados por insetos ou solo externo. Quando apresentado a um vírus, ele se espalha silenciosamente pela cultura e pode se esconder dormente nas plantas que esperam para sair mais tarde. Se não for tratada, uma infecção viral da planta pode levar à destruição de toda a colheita.

Quer saber mais sobre doenças da produção hidropônica. Leia Controle de doenças de hortaliças em cultivos hidropônicos.

Andrea Weschenfelder
Plataforma Hidroponia – Editora WEB
MTB 10594

Compartilhe esta informação:

Posts Recentes

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Finalizar compra