CINTURÃO VERDE DE ALAGOAS RECEBEU MAIS DE 5 MIL VISITANTES EM 2016

O ano de 2016 terminou com balanço positivo para a Estação Ambiental Cinturão Verde, situada entre o Oceano Atlântico e a Lagoa Mundaú, em Maceió (AL). Inaugurada em 1999, a reserva recebeu mais de 5 mil visitantes da comunidade no ano passado, além de estudantes de todos os níveis de ensino, que puderam conhecer mais sobre o modelo de preservação da Mata Atlântica e os projetos socioambientais apoiados pela empresa.

Ao longo do ano, a estação ambiental promoveu diversas ações, dentre visitas guiadas, cursos e seminários, entre eles visitas técnicas ao espaço da horta hidropônica, capacitando 41 produtores em Hidroponia, com acompanhamento técnico para o desenvolvimento empresarial. Entre as várias atividades em curso no local destaca-se o sistema hidropônico que utiliza como suporte de produção o plástico reciclado, e, no caso em questão, as garrafas PET.

A horta hidropônica é o é o único espaço disponível para ensino, capacitação e pesquisas da técnica do cultivo sem solo no Estado de Alagoas. A partir destes treinamentos já foram instalados seis projetos pilotos hidropônicos em alguns municípios do Estado, sendo três em Maceió e os demais em Arapiraca, União dos Palmares e São José da Tapera. Este último em parceria com a ONG Eco Engenho.

O coordenador da Estação Ambiental Cinturão Verde da Braskem, Mário Calheiros, salienta o papel social da estação e a importância do espaço para gerar uma consciência ecológica nos visitantes e até mudar a vida dos moradores das comunidades ao redor. “Alagoas não tem jardim botânico. Por isso, ao longo dos seus 29 anos de atuação, o Cinturão Verde supriu parte dessa necessidade e se tornou um centro de educação ambiental muito visitado pela sociedade alagoana”, ressalta. “A atuação do nosso projeto voltado para a produção de hortaliças por meio da Hidroponia também contribuiu para o nosso fortalecimento como um espaço de formação para profissionais de diversas áreas, muitas vezes, pessoas que estão precisando de um emprego e de alguma renda para sobreviver ou ter uma qualidade de vida melhor”, frisa.

O gerente de Relações Institucionais da Braskem, Milton Pradines, reforça a importância do espaço e das visitas na estação para difundir mais conhecimento sobre os projetos trabalhados pela companhia. “As visitas são sempre muito especiais e servem para que passemos à frente a mensagem da preservação ambiental. Além disso, o Cinturão Verde é uma grande ferramenta, em si, para trabalhar uma consciência sustentável junto à sociedade. Para nós, ver que escolas, pessoas de várias comunidades e representantes da academia estão presentes na Estação Ambiental para buscar mais conhecimento e ver de perto esse exemplo de reconstituição do meio ambiente reafirma nosso compromisso com a sustentabilidade”, completa.

O espaço é aberto ao público em geral e as solicitações de visitas podem ser feitas por meio do site: www.braskem.com.br na aba “contato” – “agendar visitação”.

 

Compartilhe esta informação:

Posts Recentes

Carrinho

Nenhum produto no carrinho.

Finalizar compra