SOBRE:

O produtor Mauro Ramos atua na produção hidropônica há sete anos.  Quando saiu do trabalho na indústria, a produção de folhosas foi uma aventura. Ramos tinha uma pequena propriedade urbana e pensou em produzir alguma cultura viável para pequenos espaços. A ideia era começar com cogumelos, mas a localização e a pouca distribuição no mercado da região inviabilizou o projeto.

 

Foi buscando na internet (Youtube) que Ramos começou a conhecer a Hidroponia, estudando e assistindo depoimentos de produtores, ele foi montando o seu negócio.

 

Na medida em que foi desenvolvendo a sua produção, Ramos fotografou e registrou o processo passo a passo. Com a ajuda do filho Maurício, divulgou na internet e passou a dar suporte a muitos produtores iniciantes na Hidroponia.

 

Atualmente, Ramos produz em 250 metros quadrados e otimiza o espaço, colocando bancada sobre bancada. “Precisamos tomar um pouco de cuidado com o sombreamento, para garantir a qualidade da produção. Temos 2.500 buracos com plantas em estágio intermediário e 2.500 em estágio final”, comenta Ramos.  “Temos ainda duas bancadas externas que, mesmo sem cobertura, estão produzindo bem”, destaca.

 

Na propriedade de Ramos, toda a família coopera na produção. Todos os dias, a rotina se repete. Logo cedo, às 7 horas, Mauro Ramos, sua esposa Abnabil e os seus três filhos Mauro, Maurício e Tamires começam a entrega das folhosas. Às 8h30, tudo já está finalizado. Logo em seguida, começam a limpeza e o manejo das estufas. Após as 10h, quando o sol já aquece, é hora de atender os clientes com a venda de produtos agrícolas que Ramos comercializa, como sementes e defensivos. Após as 15 horas, Ramos retorna a estufa com a esposa para os ajustes e cuidados finais.

 

 A média de produção diária é de 130 maços por dia e a maioria dos clientes compra na porta da propriedade, seja por atacado ou varejo. “A maior distância que percorro para entrega das hortaliças para um cliente são dois quilômetros”, destaca Ramos. A alface e o coentro são o carro-chefe da propriedade. Segundo o produtor, “as alfaces são comercializadas com 300/400 gramas, mas a procura pelo coentro é tão grande, que vendemos tudo o que estiver disponível”.

 

Para garantir uma maior produção, Ramos fez um desafio para a sua família: não encerrar um dia de trabalho, sem estar com todos os buracos preenchidos com sementes, o que segundo ele, garante uma produção acima da média. O produtor comenta que “como a estufa é toda iluminada, é possível estender o trabalho até a noitinha. Cada buraco vazio, é menos dinheiro no bolso”, destaca Ramos.

LOCALIZAÇÃO:

São Paulo

REGIÃO DE ATUAÇÃO:

São Paulo

E-MAIL:

atendimento@ramoshidroponicos.com.br

SITE:

https://www.ramoshidroponicos.com.br/

Conversar via Whatsapp:

REDES SOCIAIS: